Por Jornal da EPTV 1ª Edição
10/11/2017 13h00
https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/noticia/laboratorio-em-campinas-possibilita-criacao-de-chips-para-celulares-tablets-e-computadores-no-brasil.ghtml


Campinas ganha laboratório para desenvolvimento, criação e testes de chips

Uma parceria entre o Instituto Eldorado e uma empresa fabricante de chips vai possibilitar o desenvolvimento de semicondutores no Brasil com a inauguração de um laboratório em Campinas (SP). De acordo com a instituição, o local é inédito na América Latina porque, antes, os chips poderiam ser desenhados no país, mas só eram concebidos na Europa e Estados Unidos. Agora, os equipamentos para celular, tablet e computadores poderão ser criados, testados e lançados no mesmo espaço.

O laboratório tem ambiente totalmente controlado e é necessário o uso de máscaras e roupas especiais, para que não haja contaminação, já que até partículas de ar atrapalham na criação dos chips. O local vai permitir a pesquisa e a validação de novos tipos de tecnologias, materiais e processos de encapsulamento. A nova estrutura também poderá ser usada para treinamento de profissionais e pesquisas de universidades
.
De acordo com os responsáveis pelo laboratório, o novo espaço possui máquinas que fazem o corte e o afinamento de milhares de chips. Os equipamentos passam por vários processos até chegarem em partes menores. Uma das máquinas usa fios de ouro para fazer as conexões elétricas entre os semicondutores.

“Com a criação desse laboratório, a gente tem um ciclo muito mais rápido de desenvolvido. O desenvolvimento de um chip fora do Brasil demora dois anos. Aqui, por conta dessa complicação de ter que mandar para fora, chegava a dois anos e meio. Esse espaço vai reduzir em seis meses o tempo total para a criação dessas tecnologias”, afirmou o executivo de tecnologia de produto, José Eduardo Bertuzzo.

Além da criação de chips, o laboratório também desenvolverá tecnologias em outras áreas, segundo Bertuzzo. Entre elas, setores como área médica e internet das coisas. Com área de aproximadamente 350 metros quadrados, o laboratório possibilita o desenvolvimento da indústria nacional de chips desde o design dos componentes até a fabricação do produto final.



Laboratório em Campinas vai desenvolver chips para celular (Foto: Reprodução/EPTV)

Compartilhe: